Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Qualquer um de nós pode morrer amanhã / Any of us can die tomorrow

Qualquer um de nós pode morrer amanhã
Não é a morte que me assusta
Um passo inevitável pós vida
Que para os que ficam mais custa.

É o sofrimento atroz
O meu motivo de preocupação
As dores insuportáveis no corpo
Conseguir manter a razão.

Neste momento todos estamos cá
A qualquer instante um de nós poderá partir
Quero viver uma vida plena
Agora respirar e sentir.

Sentada na minha cama, no meu quarto, em casa dos meus pais
Escrito à mão
15 de julho de 2017
11h56


Any of us can die tomorrow
It is not death that scares me.
An inevitable post-life step
Which for those who stay the most costs.

It is the terrible suffering
It worries me.
The unbearable pains in the body
Get hold of reason.

At this moment we are all here
At any moment one of us may leave
I want to live a full life
Now breathe and feel.

Sitting on my bed, in my room, at my parents' house.
Handwritten
July 15, 2017

11:56 a.m.

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.