Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

terça-feira, 21 de março de 2017

Ao que as pessoas chegam / What do people come to

Ao que as pessoas chegam
Encenam para não admitir
Representam como podem
Por não conseguirem assumir.

Pensando que ninguém se apercebe
Fingem sem pudor
Os olhos ocultam a percepção
Ficando no coração a dor.

O mundo em que vivemos
Tem muita falsidade
Nem sempre é fácil ver
Quem nos está a dizer a verdade.

Sentada na minha cama, no meu quarto, em casa dos meus pais
Escrito à mão
18 de março de 2017
21h34


What do people come to
Steer not to admit
They represent how they can
Because they can not take over.

Thinking nobody notices
Fake shamelessly
The eyes hide the perception
Staying in the heart the pain.

The world where we live
There is a lot of falsehood
It's not always easy to see
Who is telling us the truth.

Sitting on my bed, in my room, at my parents' house
Handwritten
March 18, 2017

9:34 p.m.

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.