Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

No encalço do eu / In the wake of the self

Faço perguntas
Para as quais procuro respostas
Questões me invadem
Soltas ou sobrepostas.

Sou um ser pensante
No caminho do reencontro
Depois de um período errante
A luz agora encontro.

Os pensamentos fluem
Acho alguns caminhos
Por vezes esvazio a cabeça
E encho-me de miminhos.

O tormento terminou
A resiliência venceu
O percurso ainda é longo
No encalço do eu.

Em pé no comboio da linha de Sintra
Escrito à mão
28 de setembro de 2016
17h26

I ask questions
For which I seek answers
Questions invade me
Loose or overlapping.

I am a thinking being
On the way of reunion
After a wandering period
The light now I find.

Thoughts flow
I find some paths
Sometimes I empty my head
And I am filled with goodies.

The torment ended
Resilience won
The path is still long
In the wake of the self.

Standing in the Sintra line train
Handwritten
September 28, 2016

5:26 p.m.

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.