Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Gosto de ti, mas não te quero / I like you, but I do not want you

Gosto de ti, mas não te quero
Demonstras-te não estar à altura do meu amor
Despertas-te um sentimento em mim
Mas encontras-te alguém que pensaste melhor.

Agora já não me importa
O tempo deu-me vigor
Sempre que se fecha uma porta
Aproxima-se algo melhor.

Um forte sentimento
Por ti continuo a nutrir
Deixas-te passar o tempo
Eu eu deixei-te partir.

Sim, é de ti que gosto
Por ainda não te ter conseguido esquecer
A verdade é que já não te quero
Pois mais eu quero e mereço receber.

Sentada à secretária no meu quarto em casa dos meus pais
Escrito à mão
28 de setembro de 2016
18h19

I like you, but I do not want you
You demonstrate not live up to my love
You awaken a feeling in me
But you find someone you thought best.

Now I do not care
The time gave me strength
Whenever a door is closed
Something better approaches.

A strong sense
For you I continue to nurture
You let pass the time
And I let you go.

Yes, it's you I like
For not having been able to forget you
The truth is that I no longer want you
For more I want and deserve to have.

Sitting at the desk in my room in my parents' house
Handwritten
September 28, 2016

6:19 p.m.

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.