Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

sábado, 10 de setembro de 2016

Deixa-me em paz / Leave me alone

Deixa-me em paz
Por favor segue a tua vida
Não te desejo mal
Há muito que, para ti, eu já devia estar esquecida.

Por favor não me envies mensagens
O mínimo que me deves é espaço e respeito
Tu bem sabes que fui muito tua amiga
Em troca tu desferiste-me um duro golpe no peito.

Procura ser feliz
Não me tentes imitar
Faz aquilo de que gostas
Francamente mete-te no teu lugar.

Somos demasiado diferentes
Tira essa conclusão
Verdadeiramente nunca fomos amigos
Entre nós não há nem nunca houve união.

Sentada na mesa de refeições do meu trabalho
Escrito à mão
2 de setembro de 2016
13h10



Leave me alone
Please follow your life
I do not wish you harm
There is much that, for you, I should have been forgotten.

Please do not send me messages
The least you owe me is space and respect
You well know that I was much your friend
In return you strike me a hard blow to the chest.

Try to be happy
Do not try to imitate
Do what you like to
Frankly put yourself in your place.

We are too different
Take this conclusion
Truly we were never friends
Among us there is and never was an union.

Sitting on the dining table of my work
Handwritten
September 2, 2016

1:10 p.m.

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.