Receber poemas por / Receive poems by Email

Traduzir / Translate

sábado, 27 de agosto de 2016

Solitário Vádio / Lonely vagrant

Há dias em que tudo o que faço
Parece que é errado
Poucas coisas na minha vida dão certo
Tudo o que tenho é muito suado.

O azar persegue-me
Dele me tento livrar
Com muitas e tristes lágrimas
Da tristeza tento me libertar,

Um difícil karma
Que não me deixa respirar
Luto arduamente
Quase nunca saio a ganhar.

Um estranho feitiço
Sobre mim recaiu
Uma difícil sina
De um solitário vádio.

Sentada na minha cama em casa dos meus pais
Escrito à mão
9 de agosto de 2016
12h42


There are days when everything I do
It seems that is wrong
Few things in my life work out
All I have is very sweaty.

Bad luck haunts me
I try to get rid of it
With many sad tears
Of sorrow I try break free

A difficult karma
That don’t let me breathe
I fight hard
Almost never go out to win.

A strange spell
About me fell
A difficult fate
Of a lonely vagrant.

Sitting on my bed in my parents' house
Handwritten
August 9, 2016

12:42