Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

sexta-feira, 29 de abril de 2016

O parente pobre / The poor relative

O parente pobre

Fica sempre de fora

Não consegue acompanhar o nobre

Que vira costas e se vai embora.

 

Falta-lhe poder de compra

Para melhor viver

Faz aquilo que pode

Para conseguir sobreviver.

 

Pode ser um pai, mãe,

Primo, tio, sobrinho ou irmão

É parente também

E doí-lhe o coração.

 

O parente pobre

Nem sempre pode comparecer

Faz aquilo que pode

Mesmo ficando a sofrer.

 

Agualva, Sala de refeições

no dia 19 de abril de 2016,

escrito à mão

19h40

 


The poor relative

It is always off

You can’t follow the noble

That turns his back and walks away.

 

Lacks purchasing power

To better live

Do what you can

In order to survive.

 

It can be a parent,

Cousin, uncle, nephew or brother

It is also relative

And it hurts his heart.

 

The poor relative

You can’t always attend

Do what you can

Even going to suffer.

 

Agualva, dining room

on April 19, 2016,

handwritten

7:40 p.m

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.