Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

segunda-feira, 11 de abril de 2016

O livro que não li / The book I haven’t read

O livro que não li

As lágrimas que não chorei

O romance que não vivi

Mas que na minha mente criei.

 

A história que não escrevi

O sonho que sonhei

O tempo que esperei por ti

E não te encontrei.

 

Tudo aquilo que vivi

E num papel não despejei

O que por dentro senti

E não planeei.

 

As páginas que não vi

Nem tão pouco folheei

Os cheiros do que não li

Mas que por instantes imaginei.

 
Sentada no comboio da linha de Sintra (Barcarena)

no dia 15 de março de 2016,

escrito à mão

22h11

 
The book I haven’t read

The tears I did not cry

The novel that I have not lived

But in my mind I created.

 

The story I did not write

The dream I dreamed

The time I waited for you

And I didn’t found you.

 

All that I lived

And in a paper not dumped

What inside I felt

And not planned.

 

The pages that I haven’t seen

Nor leafed

The smells of what I haven’t read

But for a moment I imagined.

 
Sitting on the train from Sintra line (Barcarena)

on March 15, 2016,

handwritten

10:11 p.m.

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.