Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

sábado, 12 de março de 2016

Abre-me as portas do mundo / Open to me the gates of the world

Abre-me as portas do mundo
Leva-me a viajar
Podemos ir até ao fundo
Sei que não nos vamos afogar.

Leva-me contigo
Quero te acompanhar
Tu serás o meu abrigo
Eu só a ti vou amar.

Abre as tuas asas de pássaro
Eu abro as minhas de borboleta
Tu serás o meu amparo
Eu serei a tua poeta.

Leva-me a conhecer o universo
Há muito para descobrir
Torna realidade este verso
E juntos podemos sorrir.

Sentada no carro do meu pai a caminho do Laranjeiro
no dia 20 de fevereiro de 2016,
escrito à mão
12h00



Open to me the gates of the world
Lead me to travel
We can go to the bottom
I know that we will not drown.

Take me with you
I want to follow you
You will be my shelter
I only you will love.

Open your bird wings
I open mine of butterfly
You will be my support
I will be your poet.

Lead me to know the universe
There is much to discover
Become reality this verse
And together we can smile.

Sitting in my dad's car on the way to Laranjeiro (Distrito de Setúbal, Portugal)
on February 20, 2016,
handwritten

12h00

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.