Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

As vidas que vivemos / The lives we live

À medida que os anos passam
E os dias se sucedem
Vamos nos adaptando
Fazendo metamofoses no edem.

Adaptados e readaptamos
A cada nova fase
Para no fim de tudo
Regressámos à base.

Quantas vidas vivemos?
De corpo e alma
Caimos e nos reerguemos
E aos poucos desenvolvemos a calma.

A vida é só uma
Vivida de diversas formas
A cada nova fase uma investida
De acordo com as suas normas.

Sentada no comboio da linha de Sintra (Rio de Mouro)
no dia 19 de Novembro de 2015,
escrito à mão
8h36


As the years pass
And day follows
We go by adapting
Making metamofoses at the Edem.

We adapted and readapted
At each new phase
For after all
We returned to the base.

How many lives do we live?
With body and soul
We fall down and we erected
And gradually developed calm.

Life is just one
Lived in several ways
With each new stage an investee
According to their standards.

Sitting on the train from Sintra line (Rio de Mouro)
on November 19, 2015,
handwritten

8:36 a.m.

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.