Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Fútil / Futile

Milhões de pessoas a morrer
Outras tantas a viver em parcas condições
Há quem nem água tenha para beber
E há quem sofra tremendas provações.

E tu choras porque perdeste o amor
Não queres comer a refeição
Porque não te deram o último computador
Porque te doi o coração.

Pára de ser fútil
Observa o mundo à tua volta
Torna-te útil
Assim a tua postura revolta.

Sentada na gare dos comboios de Mem-Martins
no dia 22 de outubro de 2015,
escrito à mão
8h36



Millions of people dying
Many others living in meager conditions
Some people have no water to drink
And there are those who suffer tremendous hardship.

And you weep because you lost love
You do not want to eat the meal
Because they did not give you the latest computer
Because they it hurts the heart.

Stop being futile
Observes the world around you
Become useful
Thus your posture revolts.

Sitting at the station of Mem-Martins trains
on October 22, 2015,
handwritten

8:36 a.m.

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.