Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Cheguei ao Castelo / I arrived at the Castle

Cheguei ao Castelo
Não pedi permissão para entrar
Ninguém deu pela minha presença
Deixei-me ficar.

Encontrei a rainha
Num enorme salão.
O rei está ausente
Não vem este serão.

Os súbditos estão presentes
Mantendo a segurança
Não deixam ninguém entrar
Gerando em todos a confiança.

Cheguei de mansinho
Sem me fazer anunciar
Aqui está se muito bem
Vou me deixar estar.

Sentada na secretária do meu quarto em Mem-Martins
no dia 19 de outubro de 2015,
escrito à mão
20h45



I arrived at the Castle
I did not ask permission to enter
Nobody gave by my presence
I let me stay.

I found the Queen
In a huge hall.
The king is absent
He does not come this evening.

The his subjects are present
Keeping the safety
They do not let anyone enter
Generating in all confidence.

I came softly
Without advertising me
Here it is fine
I will let me be.

Sitting at the desk in my room Mem-Martins
on October 19, 2015,
handwritten

8:45 p.m

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.