Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

domingo, 1 de novembro de 2015

Até que os montes nos separem / Until the mountains separate us

Até que os montes nos separem
Na pobreza e na solidão
Na tristeza e na depressão
E assim terminou uma relação.

Não tinha pernas para andar
Os objectivos não eram comuns
Bem me pedias para casar
E eu adiava com huns huns.

O que entre nós havia ficou para lá do Marão
Onde também ficou a desilusão
Para cá dos montes há inspiração
E uma nova vida para o meu coração.

Sentada no El Corte Inglês (Sala de âmbito cultural)
no dia 16 de outubro de 2015,
escrito à mão
17h50



Until the mountains do us part
In poverty and loneliness
In sadness and depression
And thus ended a relationship.

It had no leg to stand on
The objectives were not common
Well you asked me to marry
And he postponed with Huns Huns.

What was between us stayed beyond the Marão
Where also stayed a disappointment.
Here there are lots of inspiration
And a new life to my heart.

Sitting on El Corte Ingles (cultural context Room)
on October 16, 2015,
handwritten

5:50 p.m

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.