Receber poemas por / Receive poems by Email

Traduzir / Translate

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Sou uma ave rara / I'm a rare bird

Sou uma ave rara
na multidão sou diferente
uma num milhão
uma pessoa irreverente.

Faço da vida um palco
estou em constante representação
brinco sempre que posso
alegria é a minha vocação.

Tento não levar tudo a peito
e nada muito sério
Ajo com naturalidade
sem nenhum mistério.

No inicio todos me estranham
pela minha forma de estar
depois passam me a conhecer
e começam a me provocar.

Sentada no comboio da linha de Sintra (Santa Cruz Damaia)
no dia 2 de outubro de 2015,
escrito à mão
18h13

I'm a rare bird
in the crowd'm different
one in a million
an irreverent person.

I make from life a stage
I am in constant representation
I play whenever I can
Joy is my calling.

I try not to take everything to heart
and nothing too serious
I act naturally
with no mystery.

At first all weirded me
by my way of being
then progresses to know me
and then they start to tease me.

Sitting on the train from Sintra line (Santa Cruz Damaia)
on October 2, 2015,
handwritten

6:13 p.m