Receber poemas por / Receive poems by Email

Traduzir / Translate

sábado, 25 de julho de 2015

O meu verdadeiro percurso / My real path

Um peixe fora de água
Uma flor retirada do jardim
Uma ovelha negra num rebanho de brancas
Muitas vezes sinto-me assim.

Com uma visão ampla do mundo
Não vislumbrada pela maioria
Descobrir alguma coisa nova por dia
Faz a minha alegria.

Figurante de uma vida
Que nem sempre quero viver,
Procurando ainda assim aproveitar cada dia
Para aprender e crescer.

Uma vitela fora da manada
Um ser vivo deslocado do seu lugar
Procurando retomar o caminho
Para o meu verdadeiro percurso encontrar.

Mem-Martins, Sentada na mesa da cozinha, a tomar o pequeno-almoço,
Escrito à mão,
24 de julho de 2015,
8h15
In Costa, Maria Leonor. Catarse das Palavras.


A fish out of water
A flower from the garden withdrawal
A black sheep in a flock of white
Often, I feel like that.

With a wide view of the world
There envisioned by most
Discover something new each day
It is my joy.

Extra of a lifetime
I do not always want to live
Looking still enjoy every day
To learn and grow.

A calf out of the herd
A living being displaced from their place
Looking back on the road
To find my true path.

Mem-Martins, sat at the kitchen table, taking breakfast,
Handwritten,
July 24, 2015,
8:15 a.m.
In Costa, Maria Leonor. Catharsis of Words.