Receber poemas por / Receive poems by Email

Traduzir / Translate

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Solteira de Fresco / A fresh single

Sou solteira de fresco
Não devo nada a ninguém
Reaprendo o sabor da liberdade
Que confesso, sabe tão bem.

Não lamento o que deixei para trás,
Pois, já nada me dizia
Agora encontro-me em paz
Voltei a sentir alegria.

Pouco deixei ficar por lá
Que, representa-se, para mim, uma prisão
Agora sinto felicidade por cá
Sentimento que brota do meu coração.

Agualva-Cacém, Café Seara,
Poema manuscrito,
16 de junho de 2015,
8h58
In Costa, Maria Leonor. Catarse das Palavras.


I'm a fresh single
I owe nothing to anyone
Reapproving the taste of freedom
That I confess, it tastes so good.

I do not regret what I left behind,
Well, nothing told me
Now I find myself in peace.
I felt joy again.

I hardly let it stay there
That, for me, represents a prison
I feel happy now.
Feeling that sprouts from my heart.

Agualva-Cacém, Coffee Harvest,
Handwritten poem,
June 16, 2015,
8:58 a.m.
In Costa, Maria Leonor. Catharsis of Words..