Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

sábado, 30 de maio de 2015

Recompor um coração desfeito / Recompose a broken heart

Já não te posso dar esperanças
Porque em ti não consigo acreditar
Foi longo o percurso
Já não te sei amar.

Foram muitos desencontros
Muitas lágrimas deitadas em vão,
Ficou a tristeza
E um enorme vazio no coração.

É tempo de seguir em frente
De desfazer um erro feito
De lamber as fundas feridas
E recompor um coração desfeito.

No autocarro rumo a Boticas,
Poema manuscrito,
26 de maio de 2015,
8h26
In Costa, Maria Leonor. Catarse das Palavras.



I, no longer can give you hope
Because in you I can’t believe
Long was the route
I don’t know how to love you.

There were many disagreements
Many lying tears in vain
It remained sadness
And a huge void in the heart.

It is time to move on
To undo a feat error
Licking the deep wounds
And recompose a broken heart.

On the bus towards Boticas,
Handwritten poem,
on May 26, 2015,
8:26 a.m.

In Costa, Maria Leonor. Catharsis of Words.

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.