Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Maldita água das Caldas / Damn water of Caldas

Maldita água das Caldas
Que me deste a beber
Feitiço com prazo
Como já deves saber.

Uma lenda do povo
Que usastes para me envolver
Mas que o tempo provou
Não ser suficiente para me prender.

Um puro engano
Uma grande ilusão
Passados cinco anos
Terminou a nossa relação.

Sentada na minha cama em Chaves
no dia 6 de Maio de 2015,
escrito à mão
6h29



Damn water of Caldas
You gave me to drink
Spell with term
As you already know.

A legend of the people
You use to get me involved
But that time has proven
Not be enough to arrest me.

A pure mistake
A great illusion
Five years later
We ended our relationship.

Sitting on my bed in Chaves
on May 6, 2015,
handwritten

6:29 a.m.

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.