Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Espírito livre / Free spirit

Sou um espírito livre
Com muita vontade de voar.
Mal sinto as asas presas,
Tenho necessidade de me libertar.

À minha passagem deixo marcas
Os outros eu gosto de ajudar.
Aquilo que colho na partida
Predispus-me a semear.

Não preciso de agradecimentos
Tudo o que faço é do coração
Dou de mim, sem querer em troca,
Apenas desejo compreensão.

Tenta não me prender
Não gosto dessa sensação
Respeita a minha liberdade
Dela colho inspiração.

A vida é desprendida
E assim deve continuar a ser
Está na hora da despedida
Mesmo que não consigas compreender.

Sentada à secretária em Boticas
Poema escrito no computador
21 de maio de 2015,
11h00
In Costa, Maria Leonor, Poesias Mundanas.

I'm a free spirit
Eager to fly.
I barely feel the fangs wings
I need to free myself.

On my way I leave marks
Others I like to help.
What I harvest on my departure
I predispose myself to sow.

I do not need thanks
Everything I do is from the heart
I give of me without wanting in return
I just wish understanding.

Try not to arrest me
I don’t like this feeling
Respects my freedom
Of it I harvest inspiration.

Life is disengaged
And so it should remain
It's time to say goodbye
Even if you can’t understand.

Sitting at a desk in Boticas
Poem written on the computer
on May 21, 2015,
11:00 am
In Costa, Maria Leonor, Worldly poetry

 

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.