Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

sábado, 25 de abril de 2015

Peço desculpa por ter pedido ajuda / I apologize for asking help

Peço desculpa por ter pedido ajuda
Se dela não precisa-se, não a pedia
Lamento a sua recusa,
Não volto a incomodar
Não contava com a sua atitude,
Desprevenida fiquei-me a chorar.

A nossa falta de comunicação
Já vem de lá de trás no tempo
A sua exigência comigo, é imensa
O seu respeito não consigo alcançar
Foi a sua incompreensão
Que me assustou e fez-me voar.

Já não consigo reprimir
Para fora a mágoa tenho de deitar
Muitas vezes errei na vida
Por ter medo de o desapontar
Agora já sou crescida
Sinto que nada tenho que provar.

Sentada à secretária em Boticas,
escrito a computador,
21 de abril de 2015,
16h10
In Costa, Maria Leonor. Catarse das Palavras.


I apologize for asking help
If I didn’t need it I wouldn’t ask for it
I regret your refusal
I don’t come back to bother
I did not count on your attitude
I was unprepared, so I cried.

Our lack of communication
It comes from back there in time
Your demand is huge with me
Your connection I can’t reach
It was your misunderstanding
That scared me and made me fly.

I can no longer suppress
Out the hurt I have to lie down
Often missed in life
For being afraid of disappoint you
Now I am grown
I have nothing more to prove.

Sitting at my the desk in Boticas
written on the computer
on April 21, 2015,
4:10 p.m.

In Costa, Maria Leonor. Catharsis of Words.

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.