Receber poemas por / Receive poems by Email

Traduzir / Translate

quinta-feira, 9 de abril de 2015

O tempo / Time

O tempo ensinou-me a perdoar
A não procurar nos outros um espelho
A do momento gostar
E a me vestir de vermelho.

A cuidar do meu corpo como um templo
A cultivar a minha mente
A seguir um bom exemplo
E a saber que o outro também sente.

Tantas coisas posso agradecer
A todo o tempo que já passou
Nem tudo num poema pode caber
Para falar daquele que tanto me ajudou.

Sentada na secretária em Boticas,
Poema manuscrito,
2 de abril de 2015,

16h05
In Costa, Maria Leonor, Poesias Mundanas.


Time has taught me to forgive
To not look in a mirror others
Of the moment like
And to dress of red.

To care of my body as a temple
To cultivate my mind
Following a good example
And to know that the others also feel.

So many things I can thank
To the whole time that has passed
Not everything can fit in a poem
To speak of the one who so much helped me.

Sitting on the desk in Boticas,
Handwritten poem,
on April 2, 2015,
4:15 p.m.
In Costa, Maria Leonor, Worldly poetry