Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

sexta-feira, 3 de abril de 2015

O arremesso das palavras / The pitch of the words



As palavras podem ferir
Mais do que uma estalada
É necessário o seu uso medir
Refletir antes, não custa nada.

É feio junta-las numa bola
Para depois arremessar
Essa é uma forma cobarde e tola
De os problemas solucionar.

O silêncio pode ser de ouro
A palavra pode ser de prata
O seu uso deve ser puro
Arremessar palavras mata.

Se tens este mau hábito
Só te peço que penses duas vezes.
Faz soar dentro de ti um apito
E não magoes os que mais prezes.

Sentada no autocarro que parte de Chaves com destino a Boticas
no dia 31 de Março de 2015,
escrito a mão
8 h 43

Words can hurt
More than a slap
Is necessary to measure it’s use
Reflect before, it costs nothing.

Its ugly join them into a ball
And then fling
This is a cowardly and foolish way
Of problems to solve.

Silence can be golden
The word may be silver
Its use must be pure
Throwing words kills.

If you have this bad habit
I only ask you to think twice.
Sounds within you a whistle
And do not hurt the ones that you like.

Sitting on the bus from destination with Keys to Boticas
on March 31, 2015,
handwritten
8 h 43


Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.