Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

terça-feira, 7 de abril de 2015

Não utilizo relógio de pulso / I do not use wrist watch

Não utilizo relógio de pulso
Mas chego sempre a horas
Não sou escrava do tempo
Prefiro respeitar o momento.

Evito sentir stress
Quando me sinto ameaçada reajo
Sempre que posso respiro fundo
Sou um ser humano no mundo.

Levo a vida com leveza
Vivo no hoje e no agora
Sou uma filha do meu tempo
Sou uma forasteira que a vida não ignora.

Sentada no autocarro que parte de Chaves com destino a Boticas,
Poema manuscrito,
2 de abril de 2015,
8h57


I do not use wrist watch
But always arrive on time
I'm not a slave to time
Prefer respect the moment.

I avoid feeling stress
When I feel threatened I react
Whenever I take a deep breath
I am a human being in the world.

I live my life lightly
I live in the today and now
I am a child of my time
I am an outsider that life does not ignore.

Sitting on on the bus of Chaves destination to Boticas,
Handwritten poem,
on April 2, 2015,
8:57 a.m.

In Costa, Maria Leonor, Worldly poetry

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.