Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

terça-feira, 21 de abril de 2015

Não guardes rancor / Do not hold a grudge

Não guardes rancor
Por quem nem isso merece
Só criarás no estômago um ardor
Desse sentimento não advém nenhuma benesse.

Procura sentir-te feliz
Dentro de ti, faz reinar a paz
Não lamentes o que fiz
Vai em frente e simplesmente faz.

Vive o momento em pleno
Usufrui daquilo que se te oferece
Cria à tua volta um ambiente ameno
Deixa de lado o que te aborrece.

Um semblante carregado contigo não condiz
Andar triste não te apraz
Encontra dentro de ti o que possuis
E melhor futuro para ti, encontrarás.

Sentada à secretária em Boticas,
escrito a computador,
20 de abril de 2015,
16h05
In Costa, Maria Leonor. Catarse das Palavras.


Do not hold a grudge
For those who do not deserve it
You will only create in your stomach an ardor
There is no benefit from this feeling.

Try to feel happy
Within you, make peace reign
Do not regret what I did.
Go ahead and just do it.

Live the moment in full
Make use of what is offered to you
Create a fun environment around you
Let go of what bothers you.

A countenance charged with you does not match
Walking sad does not please you.
Find within yourself what you have
And a better future for you, you will find.

Sitting at my the desk in Boticas,
written on the computer,
on April 20, 2015,
4:05 p.m.
In Costa, Maria Leonor. Catharsis of Words.

  

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.