Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

quinta-feira, 30 de abril de 2015

Adeus minha borboleta / Goodbye my butterfly

Adeus minha borboleta
Vais partir para outras paragens
A tua vida não é obsoleta
Para ti os sonhos vão deixar de ser miragens.

Partiste em prol do amor
Para ter a vida que sempre desejaste
Ficou um amargo sabor
E um profundo desgaste.

Sentiste-te presa e sem poder voar
Aos limites tentaste-te ajustar
Agora abres novamente as tuas asas e vais-te libertar
Voltas para junto dos teus para voltares a sonhar.

Sentada no autocarro que parte de Chaves com destino a Boticas
no dia 28 de Abril de 2015,
escrito a mão
8 h 30


Goodbye my butterfly
You'll leave to other places
Your life is not obsolete
Your dreams will no longer be mirages.

You left for the sake of love
To have the life you always wanted
It became a bitter taste
And a deep waste.

You felt trapped and unable to fly
With the limits you tried to set yourself
Now you open your wings again and you will set you free
You turn among yours to get back to dream.

Sitting on the bus from destination with Chaves to Boticas
on April 28, 2015,
handwritten

8 h 30

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.