Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Maldito Inverno / Cursed Winter

Maldito Inverno
Trazes o frio e o desalento
Passar por ti é um inferno
Nem sei como aguento.

Trazes a chuva e a neve
E as temperaturas negativas
O sol espreita ao de leve
mas de calor não há perspetivas.

Só se está bem ao lume
Com o corpo em frente à lareira.
Não gosto do teu perfume
A sua qualidade não é de primeira.

O que vale é que estás de passagem
E não tarda te vais embora
Desejo-te boa viagem
E se quiseres podes partir agora.

Autocarro com destino a Boticas (Sapelos),
poema escrito à mão,
6 de Fevereiro de 2015,
8 h 47



Cursed Winter
You bring the cold and discouragement
Pass through you is a hell
I do not know how to take it.

You bring rain and snow
And the negative temperatures
The sun peeks lightly
but there is no heat perspectives.

Only at the fire is well
With the body in front of the fireplace.
I don’t like your perfume
It’s not of first quality.

What matters is that you are passing
And not long you're leaving
I wish you good trip
And if you want you can leave now.

Bus bound for Boticas (Sapelos, Vila Real, Portugal),
handwritten poem,
February 6, 2015,

8 : 47 a.m.

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.