Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Um branco manto se estende / A white mantle extends

Um branco manto se estende
Onde ontem o verde reinava
A temperatura lá fora desceu
Até a ponta do nariz tenho gelada.

Vejo fumo sair das chaminés
A névoa paira no ar
A paisagem parece um pouco desfocada
Não é nítido o que se consegue enxergar.

Está cada vez mais frio
É o inverno que está a chegar
O Natal está quase à porta
E o ano não tarda a terminar.

As estações sucedem-se
Com alguma normalidade
Mas o frio não me agrada nada
Essa é a realidade.

10 de dezembro de 2014
In Costa, Maria Leonor, Poesias Mundanas.


A white mantle extends
Where yesterday the green reigned
The temperature outside dropped
To the tip of the nose I have chilled.

I see smoke come out of chimneys
The mist hangs in the air
The landscape looks a bit blurred
It's not clear what you can see.

It's getting colder
It is the winter that is coming
Christmas is almost at the door
And the year is soon to end.

The seasons succeed
With some normalcy
But the cold I do not like anything
That is the reality.
December10, 2014
In Costa, Maria Leonor, Worldly poetry

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.