Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Imaculada Conceição de Maria / Immaculate Conception of Mary



 

Carlo Crivelli, A Imaculada Conceição, 1492, têmpera a ovo sobre madeira, 194,3 x 93,3 cm, National Gallery, Londres.
Carlo Crivelli, The Immaculate Conception, 1492, egg tempera on wood, 194.3 x 93.3 cm, National Gallery, London.

O dogma da Imaculada Conceição de Maria
é um dos mais queridos para o povo cristão
Ela é a rainha de todos os santos, a Mãe de Jesus
Dia definido em 1854 pelo papa Pio IX e assim começou esta celebração.

Oficialmente no calendário da Igreja a festa não existia,
Mas já antes era extensa essa devoção.
Os bizantinos celebravam-na desde o século VII
Mas foi João Duns Scoto quem resolveu a questão.

Um frade franciscano escocês que morreu em 1308
doutor em teologia chamado de bem-aventurado pelos seus.
Na linha de pensamento de são Francisco de Assis,
ele defendeu este dogma como sendo o início do projeto central de Deus.

Foi da pureza completa da Mãe de Jesus que este dogma nasceu.
O nascimento do Filho de Deus feito homem para a redenção da humanidade.
A festa acabou sendo incluída no calendário romano em 1476.
Em 1570, pelo papa Pio V foi confirmada e formalizada, e, finalmente, no século XVIII, o papa Clemente XI tornou-a obrigatória a toda a cristandade.

Fica assim resumido em linhas gerais
Este feriado religioso que ainda vigora no nosso calendário
Um dia importante para muitos
Mas que para outros faz parte do anuário.


4 de Dezembro de 2014

 

Giovanni Odazzi (1663-1731)
Imaculada Conceição 1730 Óleo sobre tela 204 x 331 cm Palácio Nacional de Mafra, inv. 201 © DGPC/ADF/Manuel Silveira Ramo
Immaculate Conception 1730 Oil on canvas 204 x 331 cm National Palace of Mafra, inv. 201 © DGPC / ADF / Manuel Silveira Bran

The dogma of the Immaculate Conception of Mary
is one of the dearest to the Christian people
She is the queen of all saints, the Mother of Jesus
Day set in 1854 by Pope Pius IX and thus began this celebration.

Officially the Church's calendar the party did not exist,
But even before this devotion was extensive.
The Byzantines celebrated on since the seventh century
But it was John Duns Scotus who settled the matter.

A Scottish Franciscan friar who died in 1308
doctor of theology called blessed by his.
In the line of thought of Saint Francis of Assisi,
he defended this dogma as the beginning of the center of God's plan.

It was the complete purity of the Mother of Jesus that this dogma was born.
The birth of the Son of God made man for the redemption of mankind.
The party ended up being included in the Roman calendar in 1476.
In 1570, by Pope Pius V was confirmed and formalized, and finally in the eighteenth century, Pope Clement XI made it mandatory to all Christendom.

It is well summarized in general terms
This religious holiday that still exists in our calendar
An important day for many
But for others it’s only part of the almanac.


December 4, 2014

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.