Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

É o hoje que eu quero viver / It is today that I want to live

Não gosto de ti
Porque não gosto do teu gostar
E aposto que pensas
Que essa tua forma é que é amar.

Não percebo o teu egoísmo
Para ti onde cabem as minhas necessidades?
O que para ti são mentiras
São as minhas verdades.

Houve coisas que se quebraram
Simplesmente porque tu não quiseste saber
Adiaste o inadiável
E com isso fizeste-me sofrer.

O tempo nem tudo apaga
Mas muito ajuda a resolver
O futuro não me interessa
É o hoje que eu quero viver.

30 de novembro de 2014
In Costa, Maria Leonor. Amores Platônicos.


I don’t like you
Because I don’t like your way of like
And I bet you think
That this is that your way is love.

I do not understand your selfishness
For you where are fit my needs?
What for you are lies
Are my truths.

There were things that were broken
Simply because you wanted not know
You postponed the unpostponable
And with that you made me suffer.

The time not everything erases
But really helps to solve
The future does not interest me
It is today that I want to live.

November 30, 2014
In Costa, Maria Leonor. Platonic Loves.

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.