Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

O Sono é um aviso / Sleep is a warning


O caminho é sempre o mesmo
Todas as manhãs
O sono por vezes instala-se
Vencê-lo é um desafio de titãs.

As pálpebras fecham-se
E os olhos tendem a cobrir
Por mais que levante as pestanas
Elas não param de cair.

A noite não foi suficiente
Para o corpo recuperar
O sono é um aviso
De que necessitamos descansar.

Não dormi o necessário
Ou é cansaço acumulado
Todo o corpo me pesa
E tem dificuldade em ficar acordado.

Amanhã talvez me passe
Enquanto o caminho se repetir
Pode ser que vá mais desperta
E sem vontade de dormir.

12 de Novembro de 2014
In Costa, Maria Leonor. Poesias Mundanas.


The path is always the same
Every morning
Sleep sometimes settles
Beat him is a challenge of the titans.

The lids close
And the eyes tend to cover
As much as I lift the eyelashes
They will not stop falling.

The night was not enough
To retrieve the body
Sleep is a warning
We need rest.

I did not sleep what is necessary
Or is accumulated fatigue
Whole body weighs
And has trouble staying awake.

Tomorrow maybe pass me
As the path to repeat
Can be more awake to go
And with no desire to sleep.

November 12, 2014

In Costa, Maria Leonor. Worldly poetry.

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.