Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Prestação de provas em Bragança / Provision of examinations in Bragança

Levantei-me cedo da cama
Rapidamente me despachei
Bebi um cafezinho
E Chaves para trás deixei.

Subi para o autocarro
Carregando no peito a esperança
Segui para Vila Real, passei por Mirandela e Macedo
No caminho para Bragança.

Da cidade quase nada vi
Em pouco tempo eu estava a prestar provas
A escrever sobre diversos assuntos
Estas andanças para mim já não são novas.

Eu tinha um nó no estômago
Que saiu quando terminei
Concluída a prestação da prova
A casa no mesmo dia regressei.

Escrito:14 de outubro de 2014
In Costa, Maria Leonor. Poesias Mundanas.


I got up early from bed
Quickly dispatched me
I drank some coffee
And Chaves I left behind.

I climbed on the bus
Loading hope in the chest
I followed for Vila Real, Mirandela and passed by Macedo
On the way to Bragança.

Of the city I saw almost nothing
Before long I was providing examinations
Writing on various subjects
These wanderings for me are no longer new.

I had a knot in my stomach
That came out when I finished
Completed the provision of proof
To my house on the same day I returned.

Written: October 14, 2014
In Costa, Maria Leonor. Worldly poetry.
 

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.